Ainda não se escreveu

Eugénio de Andrade deveria detestar António Botto como poeta... [A Janela do Ocaso]