Domingo de paz

* Ficou de tudo uma fotografia... [A Posta Restante]

* Diabolizado por tantos devido à sua conversão à fé católica... [Geometria do Abismo]

* Há pequenos tesouros perdidos no ciber-espaço... [A Janela do Ocaso]

A fantástica história da leitora anã

O que ninguém reparou é que é precisamente nestas condições que os presos são transportados em Portugal... [Patologia Social]

Logo se vê

De vez em quando - ou pode dizer-se de quando em vez? - venho aqui dizer que não escrevo, outras que não escrevi. Pois hoje venho dizer que talvez ainda escreva. Se acontecer depois da meia-noite antecipo a hora. Qual a importância? Amanhã pela uma da madrugada ela adianta, a hora legal. Não é que bata tudo certo. Há também o mundo da incerteza. Por exemplo, o de se ainda acaba a tempo o meu jantar. Como diria o outro, logo se vê.

Fatada!

Lembram-se que se perderam votações com o hemiciclo às moscas e outras escandaleiras?... [A Revolta das Palavras]

Euforia na bolsa

* Que a descoberta tem valor político mostra-o o facto de o ministro da Defesa Nacional apresentar o livro... [A Revolta das Palavras]

* Estou de acordo com a ideia de que haja um mínimo de anos para se advogar nos tribunais superiores... [Patologia Social]

A árvore do saber

* Num tempo novo em que frutifica, a Filosofia Portuguesa ganha outra força e vigor... [Geometria do Abismo]

* Quer comprar uma tese universitária?... [A Revolta das Palavras]

O dia da poesia

* José Eduardo dos Santos tem motivos para estar feliz... [A Revolta das Palavras]

* Encontrei-a hoje, na Rua Anchieta, aquela comprometedora edição... [A Fantástica Livraria]

* É um manuscrito de Carlos Queiroz... [A Fantástica Livraria]

* Ei-los enfim chegados à literatura e aos campos de trabalho... [A Janela do Ocaso]

O homem que se distraía com as horas

* Luiz Augusto Rebelo da Silva viveu quarenta e nove anos [1822-1871] e escreveu quarenta e um livros... [A Fantástica Livraria]

* Fabricar tanques ou tractores tem sido sempre a hesitação de muitos estrategas... [A Revolta das Palavras]

Depois de amanhã, a Primavera

* Ora houve um tempo em que o Tino de Rans podia ser objecto da chacota e do risco... [A Revolta das Palavras]

* O Provedor que se deixou eleger pelos partidos atira-se a um dos partidos... [A Revolta das Palavras]

* Agora, pelos vistos, o conceito de instabilidade perde a sua carga necrológica... [A Revolta das Palavras]

* O que se compreende, pois há o direito ao descanso... [A Janela do Ocaso]

* A mesma audiência o mesmo juiz, isso sim, parece fazer sentido... [Patologia Social]

Regressado

* A todos os que, amigos, tiveram a paciência de esperar que eu voltasse: aqui estou.

* Rocinha não pode crescer mais... [Espantosa Língua]

* É assim em O Processo de Franz Kafka... [A Janela do Ocaso]