Dia negro

Arredio do mundo público da Literatura e das suas tricas, maravilho-me com tudo o que vejo... [A Janela do Ocaso]