Neste segundo

A vida desta mulher e a sua pobreza são uma ofensa ao mercantilismo editorial [Maria Ondina Braga]